Duas coleções, uma marca.

15 03 2010

Pra gente compreender perfeitamente a diferença entre uma coleção de passarela e uma coleção comercial, e como isso é parte do mercado, eis o caso Espaço Fashion.

Coleção de Passarela – Fashion Rio Out/Inv. 2010

Coleção Comercial – Park Fashion Brasília





SPFW – Exposição Passion Paris

23 06 2009

Quando fui à Bienal pela primeira vez, dei logo uma olhada na exposição Passion Paris, que reúne o trabalho de 9 estilistas que fazem parte da Federação Francesa de Alta-Costura e do Prêt-à-Porter dos Costureiros e dos Criadores de Moda (ou seja, de tudo!). Pelo o que entendi, todos os trabalhos são de alta-costura,  são super bem feitos (impecáveis) e mostram um panorama contemporâneo do que é desfilado por lá e não é muito divulgado por aqui. O mais interessante foi descobrir pelo SPFWJournal que apenas duas marcas são francesas, mostrando a França como um catalisador da moda global. Eu já conhecia o trabalho do brasileiro Gustavo Lins, mas adorei saber que ele compartilha o espaço com criadores de outras 7 nacionalidades. Vive là France! Curtam as fotos!

SPFW 039 Adam

Adam Jones (Inglaterra)

SPFW 031 Gustavo Lins SPFW 034 Felipe

Gustavo Lins (Brasil) e Felipe Oliveira Baptista (Portugal)

SPFW 043 Commuun SPFW 046 Anne

Commuun (Japão) e Anne Valérie Hash (França)

SPFW 049 Sharon SPFW 055 lutz

Sharon Wauchob (Irlanda) e Lutz (Alemanha)

SPFW 057 Alexis SPFW 064 Estella

Alexis Mabille (França) e Estrella Archs (Espanha)

—–

Bom, SPFW acabou, mas em breveainda falamos dos últimos desfiles e dos hits pra próxima estação. Keep coming!





São Paulo Fashion Week:O Velho e o Novo

26 01 2009

(Este post está sendo escrito novamente, o WordPress bugou e eu perdi tudo)

 

A São Paulo Fashion Week começou (e já acabou). Foi uma semana de coleções cinzentas como a paulicéia que fez aniversário ontem, e apesar da temática do evento ser ‘brasileirismos’, com direito a exposição sobre Carmen Miranda (odeio estar longe), outra inspirada no ícone ‘smile’ (não entendi muito) e boléias de caminhão decorando os corredores, muitos estilista preferiram ir a Berlim, Holanda, Rússia e Escandinávia, tornando tudo mais brasileiro-miscigenado ainda.

Durante toda a semana eu fiquei pensando muito sobre um assunto: a questão do ‘velho’ e do ‘novo’ no mundo da moda. Primeiro começando por esses elementos de brasilidade que ainda dão muito caldo, como citou o Chiqueiro Chique (no Flickr da Marina também têm algumas fotos), fazendo nossa imagem de Brasil pelo mundo.

Durante o segundo dia, foi Ronaldo Fraga que nos fez pensar escalando para sua coleção apenas idosos acima de 70 anos e crianças pequenas pra falar sobre o tempo, sobre a imagem de corpo e idade que o mercado constrói incalsavelmente, sobre o efêmero da vida como um risco de giz. Foi um novo ‘olhar’ do estilista para o mundo da moda.

Ronaldo Fraga Inverno 2009 - Foto Charles Naseh - chic.com.brRonaldo Fraga Inverno 2009 - Foto Charles Naseh - chic.com.brRonaldo Fraga Inverno 2009 - Foto Charles Naseh - chic.com.brRonaldo Fraga Inverno 2009 - Foto Charles Naseh - chic.com.br

Ainda no segundo dia, Alexandra Farah (do FilmeFashion) fez uma coluna para o IG com o título “fast-fashion dá lugar ao slow-fashion“. A matéria foi instigada por um texto do NY Times que fala como as ‘modas’ andam demorando muito pra mudar. Os óculos brancos, os paetês, as tachas… tudo já anda por aí há muito tempo, e parecem que ainda vão durar mais ainda. Será que nesses tempos de ‘banda larga’ não somos nós que andamos com pressa demais? Bom, o que nos resta é ver os paetês deformados de Alexandre Herchcovitch (e em versão mais clássica por Wilson Ranieri); além  das franjas à gaucha da Forum Tufi Duek e o efeito “franjado” da Osklen.

Herchcovitch Inverno 2009 - Foto Charles Naseh - chic.com.brWilson Ranieri - Inverno 2009 - Foto Charles Naseh - chic.com.brForum Tufi Duek  Inverno 2009 - Foto Charles Naseh - chic.com.brOsklen Inverno 2009 - Foto Charles Naseh - chic.com.br

Dessa forma, pensando nesse velho/novo que caracteriza a moda e ‘assombra’ alguns estilistas, influenciando no ‘tal dna da marca’ (como no post aí embaixo), foi no terceiro dia do SPFW que o melhor lado dessa história deu as caras. Foi a Huis Clos, que em tempos de calças fofas-largas e macacões quadrados em tudo que é desfile (e isso é a cara da marca), surpreendeu e trouxe pelas mãos de Sara Kawasaki a coleção mais sexy e refinada da semana, mostrando como nada é mais gostoso do que renovar o repertório de vez em quando. Quem diria, a Huis Clos têm a calça skinny e o mini-tomara-que-caia mais elegantes da estação.

Huis Clos Inverno 2009 - Foto Charles Naseh - chic.com.brHuis Clos Inverno 2009 - Foto Charles Naseh - chic.com.brHuis Clos Inverno 2009 - Foto Charles Naseh - chic.com.brHuis Clos Inverno 2009 - Foto Charles Naseh - chic.com.br