Capital Fashion Week: Quase Tudo!

27 03 2010

Um dos momentos que eu mais gosto no OutraCostura é postar coleções de estilistas brasileiros de uma nova geração que está se firmando por aqui, pouco a pouco, e por isso que dedici postar quase todos os desfiles que aconteceram em Brasília.

Em uma edição pocket, o CFW Inverno 2010 já me surpreendeu, pois senti que a cena brasiliense está se organizando cada vez mais e o investimento que o CFW veio dando aos novos estilistas começa a dar seus resultados. A vontade de criar uma geração de novos talentos não é só iniciativa deste evento,  já que uma instituição de ensino local, o IESB, apresenta coleções de alunos recém-formados em todo o calendário do distrito federal, e isso inclui as duas edições do CFW e o evento do ParkShopping.

O resultado de tanto incentivo é que em cerca de dois anos a cidade já começou a construir um conjunto de estilistas conhecidos na cidade, e que também começam a ultrapassar a pequena área do DF. Nomes como Sandra Lima e Sann Marcuccy comercializam suas peças no projeto Fernanda Yamamoto Convida, na loja da estilista na Vila Madalena (SP), e a mais nova notícia é que Akihito Hira, pra mim um dos mais interessantes estilistas dessa geração, fará parte do próximo Rio Moda Hype, que acontece dia 05 de junho no Cais do Porto (RJ).

O que é interessante nessa geração é que a maioria das marcas busca uma moda autoral, mas sem exageros ou idéias mirabolantes, os trabalhos também têm um foco comercial, o que melhora as chances dessas marcas de ampliarem seus negócios. Bom, com tanta positividade sobre o evento, só resta vocês verem as fotos e concordarem ou não comigo…

Sandra Lima Questionando nossas identidades, o trabalho de Sandra Lima consiste na construção orgânica e detalhada de coletes, e é o considerado o mais conceitual do evento.

Romildo Nascimento Inspirado na rigidez dos esportes, e ciente dos desejos da temporada, o estilista criou uma coleção dark-rocker misturada a elementos esportivos, como recortes e cadarços.

Eliel Salustianno A coleção Mulheres de Cristal, toda em tons de azul escuros e preto, foi bastante coesa, com formas femininas e tecidos com brilho à uma atitude mais atual, com zíperes. Tecidos aveludados e formas femininas como tubinhos e balonês tinham uma pegada

Akihito Hira Um dos selecionados no próximo Prêmio Rio Moda Hype, Akitiho Hira terá uma incrível coleção para representar bem Brasília (se essa for a coleção que ele levará). Nas comemorações dos 50 anos da capital, o estilista olhou para os construtores da cidade e trouxe uma coleção super bem amarrada, com peças versáteis e “reais” para o homem contemporâneo de Brasília e de qualquer lugar do mundo.

Camila Prado Ela é a única estilista a desfilar no CFW desde o primeiro evento. Nessa edição, Camila anunciou que lançara em breve outra marca, a LAMF, juntos com outros amigos. Talvez essa já tivesse sido a hora de lançar o projeto, pra animar a coleção inspirada no cotidiano da cidade.

Sann Marcuccy O estilista parece ser um dos queridinhos da cena brasiliense. Com uma coleção extensa ele mescla diversas referências, e traz a sustentabilidade no uso de refugos têxteis e tecidos com falha de impressão. A coleção tem boas peças, mas peca na edição, que perde um pouco o rumo no transcorrer do desfile.

Bom, esses foram os principais desfiles do CFW. Falando agora dos novos criadores que desfilaram apoiados pelo IESB, dos 3 selecionados posto aqui duas coleções, que olharam pra temas interessantes, e deixaram um pouco da funcionalidade arquitetônica que muitos estilistas propõem.

Ivan Hugo Considero essa a segunda melhor coleção de todo o evento, depois do Akihito Hira. O estilista Ivan Hugo pensou nos questionamentos que envolvem o apocalipse, pensando em seres pós-apocalipticos que ressurgem de nossos ancestrais. O mundo egípcio (sem o estereótipo comum) se mistura com trajes antigos e pinturas corporais em tons flúor. Já viu que a coisa é cheia de referências, mas a idéia teve uma representação bem interessante.

Èrika Duarte Misturando a Hitória da Feiura de Humberto Eco com a estética da obra de Tim Burton, a estilista Èrika Duarte mostrou que nem só de coisas belas se faz uma moda que desperta desejo.

Fotos: Cristiano Sérgio/Fotoforum

Mais fotos no flickr do evento.

Anúncios




Italianos em Brasília

25 03 2010

Pra quem ainda não sabe, 2011 será o Ano da Itália no Brasil, e pensando nisso, nesse ano a Capital Fashion Week fez uma parceria com a Embaixada da Itália e trouxe três marcas do país para participarem da pocket edition do evento, que aconteceu na semana passada. A marca mais comentada foi a Missoni, que lançará um loja na cidade (no ainda não inaugurado Iguatemi), conseguindo atrair a imprensa nacional com a vinda de dois representantes da tradicional família italiana criadora de tricôs, mas os trabalhos das outras duas marcas, Balestra e Mabro Antichi  Telai, também foram bem comentados.

Preciso dizer aqui, que nesta edição, gostei muito dos resultados dos desfiles das marcas do próprio distrito federal. Nesta pocket edition, as marcas locais de jovens criadores fazem o line-up, enquanto os projetos que envolvem comunidades de artesãos ficam para a edição de verão.

Ao invés de assustar as jovens marcas, os criadores italianos, ao meu ver, puderam mostrar uma “qualidade” (na idéia de um “design italiano”), que deve ser perseguida pelos estilistas brasileiros, não como uma cópia, mas como um parâmetro. Foram apresentados três segmentos distintos: a expertise no tricot da marca Missoni, a alfaiataria de Mabro, e a moda sob medida para a noite de Renato Balestra. Aqui algumas fotos dos desfiles, e as marcas locais vêm daqui a pouco em um post maior, é claro…

Missoni

Mabro Antichi Telai

Renato Balestra

Fotos: Crtistiano Sergio/Fotoforum





Giogio Armani Red-Carpet Retrospective

19 03 2010

A marca italiana Giorgio Armani montou em sua vitrine da 5ª avenida de Nova Iorque um retrospectiva de vários vestidos de alta-costura utilizados por celebridades em eventos como Oscar, Golden Globes e Grammy nos últimos.

A iniciativa de expor esses vestidos não só aproxima o público dessas preciosidades que sonham todas as mulheres, mas também transforma o ambiente da loja, por algum tempo, em um museu da moda contemporânea. Iniciativa ótima e que poderia ser copiada por algumas marcas brasileiras em versão menores, pois só a Daslu mesmo pra ter um espaço tão amplo como a loja da Armani.

Vitrine Giorgio Armani – Quinta Avenida

Interior da Loja

Lady Gaga – Grammy 2010

Beyoncé – Grammy 2010

Alicia Keys – Oscar 2009

Look usado por Katie Holmes (foto 01) e três manequins da exposição (foto 02).





Duas coleções, uma marca.

15 03 2010

Pra gente compreender perfeitamente a diferença entre uma coleção de passarela e uma coleção comercial, e como isso é parte do mercado, eis o caso Espaço Fashion.

Coleção de Passarela – Fashion Rio Out/Inv. 2010

Coleção Comercial – Park Fashion Brasília





Agenda da Moda Brasileira

3 03 2010

Como a moda no Brasil não pára, entre março e junho rolam pelo país algumas semanas de moda regionais e eventos de novos criadores que merecem destaque, por isso colocamos aqui as datas dos eventos e o sites oficiais pra você já ficar sabendo de antemão o que vai rolar. o registro do outracostura pra esses eventos, você sabe, vai chegando aos poucos.

Capital Fashion Week – 18 a 20 Março – Brasília

www.cfw.com.br

Santa Catarina Moda Contemporânea – 20 Março – Balneário Camboriú

www.scmc.com.br

Dragão Fashion Brasil – 25 a 28 de Abril – Fortaleza

www.dragaofashion.com.br

Minas Trend Preview – 27/04 a 01/05 – Belo Horizonte

blog.minastrend.com

Mercado de Moda Paraense – Caixa  de Criadores – 07 a 10 de Junho – Belém (PA)

www.caixadecriadores.com

Rio Moda Hype – 19 e 20/05 – Fashion Bussiness – Rio de Janeiro

riomodahype.wordpress.com

UPDATE: Colocamos aqui também as datas já confirmadas das semanas de moda do eixo RJ-SP.

Casa de Criadores – 24 a 26 de Maio – São Paulo

www.casadecriadores.com.br

Fashion Rio – 28/05 à 02/06 – Rio de Janeiro

São Paulo Fashion Week – 08 à 14 de Junho – São Paulo

www.ffw.com.br





PBC: Expo “Tirando o Chapéu…”

3 03 2010

Como a gente adora postar uma exposição por aqui, o Paraná Business Collection apresentou a mostra de looks “Tire o chapéu pro chapeleiro (a)”, organizada por Nereide Michel, mostrando que o chapéu definitivamente voltou à pauta da moda contemporânea das mais diversas maneiras, inspirados nos clássicos ou em formatos mais inovadores. A mostra fala em chapeleiro (a), porque são as chapeleiras Tiça Muniz, Tânia Ribas e Lorena Bertolli que se dividem em toda a exposição, cheias de looks que parecem ser da nova geração paraense. Estão aqui 10 dos 12 looks apresentados no PBC, disfrutem.

1. Chapéu: Tiça Muniz/ Look: Coletivo Galeria Lúdica

2. Chapéu: Tiça Muniz/ Look: Iara Siviero

3. Chapéu: Tânia Ribas/ Look: Drigo Orizzi

4. Chapéu: Lorena Bertolli/ Look: Simone Gubert

5. Chapéu: Tânia Ribas/ Look: Louise Alves

6. Chapéu: Lorena Bertolli/ Look: Denise Leal

7. Chapéu: Tiça Muniz/ Look: Alexandre Linhares

8. Chapéu: Lorena Bertolli/ Look: Andrea Tosato

9. Chapéu: Tiça Muniz/ Look: Caroline Piegel e Patrícia Bonat

10. Chapéu: Lorena Bertolli/ Look: Karina Kulig

Fotos: Paraná Business Collection





PBC: 7º Prêmio João Turin

3 03 2010


A vocês, eu deixo o sono.
O sonho, não!
Este  eu mesmo carrego!

Paulo Leminski

Com o tema “Paulo Leminski, o Homem, suas Palavras e seu Tempo”, foi realizado no último dia do Paraná Business Collection a final do 7º Prêmio João Turin de Incentivo aos Novos Designers de Moda, uma iniciativa que une estudantes de instituições de ensino de todo o Estado em torno de um tema relacionado à cultura paranaense. O poeta Leminski foi interpretado por 13 finalistas, que disputaram como prêmio  uma viagem para Milão e Paris junto à comitiva da Federação das Indústrias do Estado do Paraná.

O grande vencedor da noite foi Acácio Pereira Neto, de Cianorte, que se inspirou na obra “A Linha que Nunca Termina”. Carolina Toppan Rabello, 2º lugar, se inspirou no livro “Metamorfose” e Rubia Dallarmi Nisgoski, 3º lugar, preferiu traduzir a obra de Paulo Leminski como uma explosão de expressão. Seguem abaixo as fotos dos três finalistas.

Acácio Mendes Pereira Neto (1º Lugar) UEM – Campus Cianorte

Carolina Toppan Rabello (2º lugar) TECPUC-PR

Rubia Dallarmi Nisgoski (3º lugar) Senai/PR

Fotos: Ricardo Pacak / Paraná Business Collection

“Paulo Leminski, o Homem, suas Palavras e seu Tempo”